Expomusic 2016 leva o mundo da música para dentro e fora do Anhembi

Feira brasileira é o quarto maior evento profissional da música no mundo

Edição vai concentrar as últimas novidades em instrumentos e acessórios, palestras profissionais, workshops e showsAinda mais encorpada, a edição deste ano muda para o maior centro de exposições da América Latina - o Anhembi - e inclui, como numa orquestra, todos os naipes do mercado: negócios, conteúdo profissional, entretenimento e muita música dos mais variados estilos dentro e fora do pavilhão. O evento vai ocorrer de 21 a 25 de setembro de 2016.

Palco de um mercado estimado em R$ 2,5 bilhões, a Expomusic 2016 - 33ª Feira Internacional da Música muda para o Pavilhão de Exposições do Anhembi, tradicional templo de eventos musicais onde já pisaram Jackson Five, Alice Cooper, Elis Regina, Roberto Carlos, Luciano Pavarotti, Guns N' Roses, entre tantos outros artistas, acompanhada de uma série de novidades.

A edição deste ano do quarto maior evento profissional da música no mundo - e o maior da América Latina - vai concentrar as últimas novidades em instrumentos e acessórios das principais marcas mundiais, espaços diferenciados para negócios, palestras profissionais, workshops, práticas de musicalização infantil, exposição de instrumentos e acessórios assinados por artistas famosos, shows, pocket-shows e sessões de autógrafos. Outra novidade é que dos cinco dias de feira, todos abertos aos profissionais do setor, quatro vão permitir o acesso do público em geral.

Variedade musical

Promovida pela Abemúsica - Associação Brasileira da Música e Francal Feiras, o evento é a expressão de todo esse universo, com mais de mil produtos apresentados por cerca de 300 marcas, o que permite aos visitantes, profissionais e público em geral "degustarem" as novidades nos próprios estandes durante todo o período da feira. Entre as opções, há instrumentos musicais de todos os tipos e para diversos estilos, equipamentos eletrônicos, acessórios e tecnologia de áudio e vídeo.

A responsabilidade por movimentar até 40% dos negócios realizados pela cadeia musical faz da Expomusic um evento estratégico e indiscutível na visão das principais empresas do mercado, pelas perspectivas de impulsionar as vendas, ampliar a rede de novos contatos, estimular o aprendizado musical em instituições de ensino e formar novas gerações de músicos. Trata-se do grande encontro anual para os negócios do setor, reunindo lojistas de todo o País, compradores corporativos (Igrejas, Instituições Religiosas, Casas de Shows, entre outros), músicos, artistas amadores e profissionais, escolas de música, e público em geral amantes da música.

O presidente da Abemúsica, Synésio Batista da Costa, ressalta a importância das mudanças para mais uma edição da Expomusic: "Renovar a feira se fez necessário para que possamos acompanhar a evolução desse mercado e oferecer o melhor evento". Já o presidente da Francal Feiras, Abdala Jamil Abdala, endossa a realização do evento em um espaço mais amplo e, também, que teve na música parte da construção de sua história. "O complexo Anhembi oferece uma estrutura mais adequada na realização da Expomusic no novo formato, ou seja, uma feira de negócios com mais entretenimento e conteúdo".

A Expomusic é também ponto de encontro do setor para discussão de suas diretrizes e assuntos relacionados aos negócios, com a promoção de palestras, workshops e workshows. Na busca por novas gerações de músicos, a feira promove Oficinas de Iniciação Musical e visitas escolares para crianças. Os visitantes ainda podem concorrer a centenas de instrumentos musicais e acessórios, em sorteios diários, e acompanhar o tradicional Music Hall, palco de shows da Expomusic que abre espaço para cantores, bandas e orquestras mostrarem o seu talento.

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

Diásporas musicais africanas no Brasil

“Tá cheio de cara que se diz punk, mas é um tremendo machista”

Criador da música por biocomputador revela obra exclusiva ao Moozyca

Jazz nos Fundos reabre e inaugura Centro Cultural da Música Instrumental

Tropical Diáspora: a difusão da música afro-americana em Berlim dos anos 90

"A paz, como a música, é uma necessidade universal”

“Quero a música do oprimido”, afirma DJ Mukambo de Bruxelas

Carnavalores e tentativas de domesticação e controle da festa


Inscreva-se no Moozyca