Sábado tem Samba na Varanda na Biblioteca Mário de Andrade

Projeto acontece sempre no último sábado do mês

Adriana Moreira apresenta o espetáculo “Bandeiras de Sangue

Em comemoração ao centenário do primeiro registro fonográfico de samba no Brasil, o Projeto Samba na Varanda mostra os caminhos percorridos pelo gênero no último século. Em 28 de maio, a partir das 15h, estreia a terceira edição do projeto, na Biblioteca Mário de Andrade. 

Este ano, comemora-se o centenário do primeiro registro fonográfico de samba no Brasil e, diferente das edições anteriores, a proposta do projeto para 2016 é mostrar os diversos caminhos percorridos pelo gênero no último século e suas múltiplas influências. Em maio, o projeto abre com o tema “Caminhos da Resistência”, onde a cantora e anfitriã Adriana Moreira e o Cordão, apresentam o espetáculo “Bandeiras de Sangue”, com repertório que explora a relação da música com a cidade e suas dores, suas ausências e violências.

“Queremos mostrar que o samba é mais que um gênero musical, suas narrativas estão ligadas às narrativas e às feridas do próprio país. Nesse espaço de contato entre as pessoas e o local em que vivem, o samba foi capaz de produzir suas próprias respostas para os desafios do viver. E são respostas de extrema sofisticação. Saberes necessários ao mundo contemporâneo”, diz Geraldo Adriano Campos, curador do Projeto. 

Neste mês de maio, o samba se apresentará simultaneamente como crônica, como testemunho e como resistência e o repertório será baseado em músicas de compositores contemporâneos da cidade de São Paulo, como Douglas Germano, Everaldo Efe Ferreira, Selito SD, Renato Dias e Kiko Dinnuci.

“A cada mês, abordaremos temáticas diferentes. Para maio, selecionamos músicas que mostram o samba como crônica do cotidiano, relato da vida de milhões de pessoas que, apesar de todas as formas de violência, persistem pelo verso e pelas lutas diárias. O repertório inclui músicas que tratam de questões áridas, mas com riqueza poética. Falam da questão racial, da questão urbana, de movimentos contemporâneos de São Paulo, como as “Mães de Maio” que há 10 anos esperam respostas sobre os assassinatos de seus filhos”, explica Geraldo Adriano Campos, curador do evento.

O Samba na Varanda acontece sempre no último sábado do mês e ao longo do ano contará com convidados como o Maestro Laercio de Freitas, Sapopemba, Tuco Pellegrino, o Coletivo Roda Gigante, Tio Mario, Grupo Paranapanema, que passarão pelas varias trilhas percorridas pelo samba, sem deixar jamais de exaltar os nomes daqueles que ajudaram a compor sua história.

Serviço

Entrada Gratuita
Samba na Varanda – Caminhos da Resistência
Data e horário: 28/5/2016, às 15h
Local: Terraço da Biblioteca Mário de Andrade
Rua da Consolação, 94, Centro - (Prox. Metrô Anhangabaú – República). Informações: 3775-0002

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

Emicida faz show gratuito neste sábado em encontro de Hip Hop em SP

Criador da música por biocomputador revela obra exclusiva ao Moozyca

Heineken Up on the Roof contará pela primeira vez com shows musicais

Pesquisadora italiana fala ao Moozyca: "música triste faz bem"

Já sabe o que ver na Virada Cultural deste fim de semana?

O baile jamaicano-tupiniquim da OBMJ

Projeto Música no MCB divulga atrações de julho

Quarteto de sopros Sax Bem Temperado lança o CD "Caminhando" no projeto Música no MCB


Inscreva-se no Moozyca