Conheça os melhores instrumentistas da música brasileira em 2015

Reconhecimento anual prestigia trabalhos e músicos de destaque

Entre os nomes de destaque estão o violonista Yamandu Costa, o bandolinista Fábio Peron e o guitarrista Lupa Santiago

O projeto Melhores da Música Brasileira divulgou os melhores instrumentistas de todo o país. O estudo traz uma seleção que reflete o ótimo momento da música instrumental no Brasil. Entre os nomes de destaque estão o violonista Yamandu Costa, o bandolinista Fábio Peron e o guitarrista Lupa Santiago. 

Além disso, o projeto traz os 100 melhores discos de 2015. Clique aqui, e atualize sua playlist.

A avaliação levou em conta critérios como técnica e originalidade. O reconhecimento, criado pelo jornalista Ed Félix em 2010, foi concedido para álbuns de destaque no ano de 2015.

Confira abaixo a lista dos discos e instrumentistas reconhecidos:

Space Jazz, de Billy Ponzio (bateria)

Calendário do Afeto - Carlos Walter (Violão)

O Espantalho, de Daniel Marques (Violão de sete cordas) e Rodrigo Ursaia (saxofone e flauta).

Autoral / Universo em Expansão, de Daniel Murray (violão)

70 anos – Déo Rian & Regional Imperial, de Déo Rian (bandolim)

Meu samba parece com que?, de Diogo Monzo (piano)

Quase Treze, de Duo Salimanga (violão e saxofone)

Cosmopolita, de Eduardo Neves (flauta e sax) e Rogério Caetano (Violão sete cordas)

Dança dos Tempos, de Fabiano do Nascimento (violão)

Fábio Peron e Confraria do Som, de Fábio Peron (bandolim)

Nos Meus Braços, de Fernando Moura (piano)

Do Café à Cachaça, de Fred Valle (bateria)

Em Meio Há Tudo, de Gandhi Martinez (piano e teclado)

Dois na Rede / Repercutindo, de Gilson Peranzetta (piano)

O Voo do Dragão, de Guizado (trompete)

Chamado / Manhã, de Lupa Santiago (guitarra)

Encabeçando, de Márcio Oliveira (trompete)

Círculo do Tempo, Rafael Lopes (violão)

2345, de Rogério Rochlitz (piano)

Cantábile, de Thales Nunes (Violão)

Tocata à Amizade, de Yamandu Costa

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

“Quero a música do oprimido”, afirma DJ Mukambo de Bruxelas

45 anos de Ipanema Beat, uma pérola rara de Rosinha de Valença

Carnaval da Muda celebra a música instrumental em janeiro

Diásporas musicais africanas no Brasil

“O principal elemento no meu trabalho é o ritmo”, afirma Arrigo Barnabé

O cientista da vanguarda baiana

Discoteca criada por Mário de Andrade completa 80 anos

Teclas no Choro é o novo álbum do vibrafonista Ricardo Valverde


Inscreva-se no Moozyca