Jazz nos Fundos reabre e inaugura Centro Cultural da Música Instrumental

Casa conta com nova ambientação e duas salas de shows  

A inauguração acontece nos próximos dias 16, 17 e 18 de junhoUm dos espaços de jazz mais visitados em São Paulo vai voltar a trazer música de alto nível para o público. Quem não conheceu a casa antiga do Jazz nos Fundos - localizada atrás de um estacionamento em Pinheiros – agora tem a possibilidade de conhecer o local que ganhou nova ambientação.

Fechado para reformas desde 2015, a casa que abrigou shows de jazz e música instrumental por quase 10 anos, agora volta a todo vapor, com a inauguração do “Centro Cultural da Música Instrumental (CCMI)”, que tem o objetivo de unir os amantes de música, arte e gastronomia em um espaço dedicado à música instrumental e contemporânea.

“O Jazznosfundos começou como um encontro e não tinha a pretensão de uma sala de shows, ainda assim, foi um lugar que formou uma comunidade do gênero na cidade. É um orgulho após nove anos”, afirma Máximo Levy, artista plástico e sócio-proprietário do Centro.

Segundo o próprio JazznosFundos, serão duas salas de shows: a Sala do Autor e o novo JazznosFundos. A inauguração acontece nos próximos dias 16, 17 e 18 de junho, com seis shows em três dias. O endereço é Rua Cardeal Arcoverde, 742.

Na quinta-feira (16), se apresentam o pianista André Mehmari e o bandolinista e compositor Danilo Brito, na Sala do Autor, com apoio da Yamaha. Carlos Malta Quarteto, fará show na sala Sala JazznosFundos.

Dia 17, Aláfia (Sala do Autor) e Batanga & Cia(JazznosFundos) fazem uma noite com raízes brasileiras, africanas e cubanas. Para encerrar a programação de inauguração, no dia 18, Banda Mantiqueira (Sala do Autor) e Udovic Trio (Sala JazznosFundos).

Casa repaginada

Além de shows e apresentações de artistas e grupos instrumentais e contemporâneos da música brasileira, o Centro receberá diversos eventos ligados a música e cultura como palestras, encontros, workshops.

No subsolo ficará o novo JazzNosFundos. O espaço repaginado mantém o clima aconchegante e intimista do conceituado Jazznosfundos, local que há nove anos abriga música de qualidade. O reduto dos amantes do jazz em São Paulo agora traz nova estrutura que permitirá aos músicos e ao público uma experiência ainda mais primorosa. Em breve, parte do acervo de shows gravados do JazznosFundos será disponibilizado para audição no CCMI.

No andar térreo, os paulistanos poderão desfrutar uma curada programação de música instrumental e contemporânea na Sala do Autor, onde a música autoral, contemporânea, de ritmos brasileiros e do mundo tomam conta.

O terceiro andar, previsto para inaugurar em agosto, abrigará um restaurante, La Barceloneta, com cardápio inspirado na gastronomia espanhola que terá como especialidade tapas e cervejas artesanais. A intenção é que os frequentadores do centro possam se reunir em um local mais despojado e convidativo entre um show e outro, além de receber público separadamente para happy hours todas às tardes.

A curadoria fica a cargo de Luiza Morandini. “Queremos dar continuidade ao que o JazznosFundos já desenvolvia, agora em maior escala: grandes nomes, jovens artistas, projetos consagrados ou experimentais, o CCMI buscará compor uma programação de referência, contribuindo para ações de formação de público e para o surgimento ou manutenção de um cenário mais criativo da música na cidade”, explica a programadora musical da JazznosFundos Produções.

Ao final de 2015, a produtora iniciou parceria com a Ingresse.com para venda de ingressos para os shows da casa. A venda antecipada oferecerá pelo app terá descontos e promoções de compras para dois shows no mesmo dia.

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

Lee Ranaldo, ex-Sonic Youth, é atração do Mês da Cultura Independente

"A paz, como a música, é uma necessidade universal”

Já sabe o que ver na Virada Cultural deste fim de semana?

Festival As 4 Estações une música erudita e instrumental

Tropical Diáspora: a difusão da música afro-americana em Berlim dos anos 90

Arrigo Barnabé, Siba e Metá Metá se apresentam no El Grande Concerto

Carnaval da Muda celebra a música instrumental em janeiro

Diásporas musicais africanas no Brasil


Inscreva-se no Moozyca