Websérie homenageia compositores da música brasileira em releituras inéditas

Adoniran, Ataulfo Alves, Nelson Cavaquinho e outros ganham arranjos originais

Cantor Gut Simon em filmagem (Foto: divulgação)

O cantor Gut Simon convida músicos amigos ao estúdio para interpretar versos e melodias na websérie inédita Lala Laiá. O título da websérie é uma expressão corrente em muitos sambas: “Uma tradução literal do sentimento que estas canções despertam, uma catarse coletiva e contagiosa. O momento em que a canção está entregue à melodia e o povo canta até de manhã’, define o cantor. 

Durante seis episódios, novos arranjos para clássicos de Adoniran Barbosa, Ataulfo Alves, Luiz Gonzaga, Lupicínio Rodrigues, Nelson Cavaquinho e Zé Keti mesclam a música de hoje com a de outros carnavais. Os lançamentos acontecem toda primeira quarta-feira do mês e anunciam as faixas do álbum de estreia do cantor.

No 1º episódio, o clássico Laranja Madura recebe arranjo com influências do jazz e do groove,  "desconstruindo o cenário rural proposto pela composição original, mas preservando a confusão, os marimbondos e o cenário de  desconfiança inerente à música", descreve Gut Simon sobre o samba regional do mineiro Ataulfo Alves, que na websérie ganha participação especial dos saxofonistas  Cássio Ferreira e Josué dos Santos.

Assista ao primeiro episódio de Lala Laiá​ em homenagem a Ataulfo Alves com participação especial de Cássio Ferreira e Josué dos Santos, profissionais da cena instrumental paulistana e integrantes de grupos que representam a boa fase que a música vive.

No intervalo dos episódios, Lala Laiá revela os bastidores dos encontros e outros processos musicais que relembram o repertório dos compositores homenageados, e apresentam o trabalho dos músicos selecionados para o projeto: Cauê Silva, Cássio Ferreira, François Lima, Guilherme Held, Gian Correia, Henrique Araújo, Jessé Passos, Josué Santos, Jorginho Neto, Luis Cabrera, Sidmar Vieira, Walmir Gil e Yaniel Mattos. Os arranjos são do pianista Leandro Cabral e a cozinha de Rael Ferreira (baixo) e Vitor Cabral (bateria). 

 

Inscreva-se no Moozyca

Leia também
105 anos de Adoniran: “Não tem graça o samba, é um drama”

105 anos de Adoniran: “Não tem graça o samba, é um drama”

Saudadis do sambista Mussum!

Saudadis do sambista Mussum!

Sesc Santana apresenta projeto "Adonirando, causos e canções"

Sesc Santana apresenta projeto "Adonirando, causos e canções"

Os Tincoãs: música brasileira de volta à África

Os Tincoãs: música brasileira de volta à África

Quarteto de sopros Sax Bem Temperado lança o CD "Caminhando" no projeto Música no MCB

Quarteto de sopros Sax Bem Temperado lança o CD "Caminhando" no projeto Música no MCB

A história da aparelhagem de som que embalou os Bailes da Saudade de Belém

A história da aparelhagem de som que embalou os Bailes da Saudade de Belém

Dica do Réu: Elis Regina e o transversal do tempo

Dica do Réu: Elis Regina e o transversal do tempo

Cida Airam lança disco com influências do Nordeste ao Sul

Cida Airam lança disco com influências do Nordeste ao Sul

Festa de jazz e MPB da gravadora Borandá traz atrações ao JazzB em SP

Festa de jazz e MPB da gravadora Borandá traz atrações ao JazzB em SP

45 anos de Edi Rock, a voz forte da norte

45 anos de Edi Rock, a voz forte da norte

Big Band EMESP encerra programação de outubro do projeto Música no MCB

Big Band EMESP encerra programação de outubro do projeto Música no MCB

O baile jamaicano-tupiniquim da OBMJ

O baile jamaicano-tupiniquim da OBMJ

Inscreva-se no Moozyca