4 dicas de Victor Wooten para quem quer aprender ou ensinar música

Para o músico, viver é o melhor caminho para aprender a tocar

Por

"Se você se sentar em uma sala e praticar, você não terá vida, o que significa que não terá nada para dizer"

Você é daqueles músicos iniciantes ou intermediários que amam a técnica e se aborrece quando dá uma nota fora? Ou fica desolado quando dá aquela trastejada em um show? Take it easy, baby. Pense que você apenas gaguejou ou conjugou um verbo errado, como fazemos todos os dias. Se você disser “nóiz vai”, isso não te faz um falante pior do que os outros. Isso quer apenas dizer que você está experimentando a língua, vivendo a fala de forma orgânica.

Muitas vezes, é mais importante o que você tem dizer do que a forma como você utiliza a língua culta. Isso também ocorre com a música. Uma nota fora pode soar mal, mas é ela que te faz conhecer os seus limites e aprimorar o seu discurso musical, segundo a sua intenção como músico.

Música é uma linguagem. Assim como a fala, a música é uma forma de expressão, usada para que as pessoas se comuniquem entre si. “Tanto a fala quanto a música podem te fazer rir ou chorar, pensar ou questionar. As duas formas podem te fazer mudar (...) em algumas situações, a música funciona melhor do que a língua falada, porque não precisa ser entendida, mas sim sentida”, explica o baixista Victor Wooten, em sua aula “A música como linguagem” (veja abaixo).

Muitos músicos aprendem música com um método extremamente disciplinado, executando milhares de exercícios sem ter ideia de como irão usá-los na prática. Talvez seja como uma criança que, antes de aprender a falar, seja obrigada a resolver problemas de sintática na sala de aula. Segundo Wooten, essa abordagem tem sido seguida por centenas de anos e melhorando com sucesso, mas esse modelo demora muito tempo para se efetivar na prática.

“Pense na primeira língua que você aprendeu quando era criança e pense como você aprendeu essa língua? Você era um bebê quando aprendeu a falar e mesmo que você falasse incorretamente, você era permitido a cometer erros. E quanto mais erros você cometia, mais os seus pais sorriam”, diz Wooten.

Aprender a falar não é algo que se faz apenas em uma sala de aula, treinando três vezes por semana. O músico, assim como uma criança, deve se dar a permissão de brincar, fazer jams, experimentar e errar sem pressão.

Para aqueles que estão na jornada de aprender ou ensinar música, aqui vão algumas dicas valiosas de Victor Wooten:

1 - Ao começar a tocar, não se pode pensar em erros. Para uma criança que começa a tocar guitarra, não existem notas erradas;

2 - Seja encorajado a tocar mais do que você pratica. Quanto mais você tocar, mais estará praticando e conhecendo os seus limites e pontos para aperfeiçoamento;

3 - Lembre-se: a música pertence ao músico e não ao instrumento;

4 - E, por fim, assim como aprender a falar, viver é o melhor caminho para aprender a tocar – "Se você se sentar em uma sala e praticar, você não terá vida, o que significa que não terá nada para dizer. Mas se você tiver uma vida maravilhosa, terá muito a dizer musicalmente e terá que praticar menos”, conclui Wooten.

 

Inscreva-se no Moozyca

Leia também
Criador da música por biocomputador revela obra exclusiva ao Moozyca

Criador da música por biocomputador revela obra exclusiva ao Moozyca

"Artista tem que dar murro em ponta de faca até aprender"

"Artista tem que dar murro em ponta de faca até aprender"

"A paz, como a música, é uma necessidade universal”

"A paz, como a música, é uma necessidade universal”

‘É mais barato produzir, então se produz muito’

‘É mais barato produzir, então se produz muito’

Sonhos e música. Assunto para freudianos, kardecistas e... sonhadores

Sonhos e música. Assunto para freudianos, kardecistas e... sonhadores

Dia do professor: "Os benefícios da música na infância"

Dia do professor: "Os benefícios da música na infância"

Aquilo tudo que a música me diz

Aquilo tudo que a música me diz

“Nunca parei, eu saí de cena”, conta Di Melo

“Nunca parei, eu saí de cena”, conta Di Melo

“Júpiter”, terceiro álbum de Silva, é uma bomba de amor

“Júpiter”, terceiro álbum de Silva, é uma bomba de amor

Enquanto isso, na Sala da Justiça...

Enquanto isso, na Sala da Justiça...

Erivan contou ao Moozyca como o Rap o levou do Castelo Encantado à Finlândia

Erivan contou ao Moozyca como o Rap o levou do Castelo Encantado à Finlândia

Conheça a magia do Hang, um dos instrumentos mais novos do mundo

Conheça a magia do Hang, um dos instrumentos mais novos do mundo

Inscreva-se no Moozyca

Banner Moozyca