Ensaio fotográfico apoia Karina Buhr, após seu álbum ser censurado no face

Polêmica antecede lançamento do disco Selvática, que questiona a posição da mulher na sociedade

O protesto surgiu depois de o Facebook censurar a capa do álbum “Selvática”, novo disco da cantora Karina Buhr

Não é de hoje a luta das mulheres pelos seus direitos e contestação de estigmas sociais, seja nas redes sociais, ou mesmo nas ruas. Pois bem, nesta segunda-feira, o fotógrafo Beto Figueiroa e a jornalista Aline Feitosa divulgaram um ensaio-protesto contra a sexualização do corpo feminino. 

O ensaio é composto por fotografias em preto e branco de 14 mulheres com os seios descobertos. Todas estão dentro de uma banheira vazia. O protesto surgiu depois de o Facebook censurar a capa do álbum “Selvática”, novo disco da cantora Karina Buhr. Na capa do álbum, a artista está sem camisa, o que ocasionou a retirada da imagem da rede social.

"Este ensaio fotográfico nasce como uma ação-arte-manifesto contra a sexualização do corpo feminino. Vem para questionar a censura dos seios presentes em obras de arte, compartilhadas na rede social mais acessada no mundo”, afirmam os autores do ensaio no site em que está hospedado o ensaio.

“Não estamos nuas. Estamos sem blusa. E é assim que queremos também discutir a democratização das redes, a manipulação de conteúdo na comunicação e o retrocesso causado pelos gigantes que ameaçam controlar a internet, escolhendo qual será o nosso consumo político e ideológico”, continua o manifesto.

Lançamento de Selvática 

A polêmica surgiu junto ao lançamento do álbum "Selvática", que ocorrerá em 2 e 3 de outubro na Choperia do Sesc Pompeia, às 21h30. Os shows contam com a participação da cantora Denise Assumpção. Guiada pela temática feminista, as 11 faixas são totalmente autorais. 

Para "cantar o incômodo e o inconformismo", nas palavras da jornalista Patrícia Palumbo, "Selvática" foi produzido e gravado por Bruno Buarque, MAU, André Lima e Victor Rice e traz a presença de Elke Maravilha e Cannibal, vocalista da banda Devotos do Ódio. Com composições densas, o novo álbum questiona a posição da mulher na sociedade e propõe o debate sobre outras formas de opressão.

Nascida em Salvador, Karina se mudou pequena para Recife e traz os carnavais da cidade em sua postura performática dos palcos. Entre seus parceiros, estão Mundo Livre S/A, Cidadão Instigado, Mestre Ambrósio, Anelis Assumpção e Baby do Brasil. Eleita artista do ano pela APCA em 2010, ela também foi indicada às categorias "melhor disco", "melhor música" e "melhor artista feminino" no VMB de 2012.

Ouça “Eu Sou Um Monstro”, que faz parte do novo álbum:

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

Com 81 anos, João Donato lança álbum de inéditas após 15 anos

Trompetista Guizado lança "O Voo do Dragão"

Banda baiana, IFÁ Afrobeat, lança EP com cantora da Nigéria

Tributo a Milton Nascimento, com participação de Rashid e Tono, está disponível para download

10 álbuns com 10 anos que ainda aparecem no shuffle do meu celular

Paula Cavalciuk lança EP que mescla blues, MPB, jazz e pop

“Nunca parei, eu saí de cena”, conta Di Melo

Mariella Santiago lança segundo álbum

Inscreva-se no Moozyca