Mestre do bandoneon argentino, Dino Saluzzi, é reconhecido por obra de ouro

Prêmio Konex ocorre uma vez por década para nomear destaques da música

Dino Saluzzi (Divulgação)

O argentino Dino Saluzzi foi reconhecido como o vencedor do Premio Konex de Brillante, um dos maiores da Argentina. O Prêmio da Fundação Konex de música popular é dado uma vez por década para nomear músicos de destaque no país, como Atahualpa Yupanqui (1985), Mercedes Sosa (1995) e Horacio Salgán (2005). A cerimônia de premiação acontecerá em 10 de novembro, no Centro Cultural Konex Buenos Aires.

O mestre do bandeneon completou recentemente 80 anos. O músico toca um dos mais tradicionais instrumentos do Rio da Prata, Uruguai e Argentina, e um dos principais elementos da orquestra de tango.

Improvisador e compositor, Dino Saluzzi possui uma vasta discografia, com álbuns solos, duetos e trios, bem como música de câmara, obras orquestrais e encontros com músicos clássicos e de jazz. Seu mais recente lançamento é Imágenes, um álbum de peças para piano, interpretado por Horacio Lavandera.

"Eu não sei se eu mereço", disse Saluzzi ao jornal argentino Clarin. "A única coisa que posso dizer é que eu amo música e não gosto dessa distinção entre música popular, por um lado, e música clássica, por outro. Existe boa música e música ruim. Toda a música é popular porque é finalmente feita por pessoas", afirmou.

Dino toca acordeom desde a infância e foi influenciado por músicos de Salta, como Cuchi Leguizamón, e pelo mestre do tango Francisco de Caro e Agustin Bardi. Porém, foi em Buenos Aires, que Saluzzi se destacou, tocando com a orquestra Rádio El Mundo.

Junto à violoncelista Anja Lechner, Dino Saluzzi é tema do documentário El Encuentro, e sua música evocativa e expressiva foi incorporada em filmes de diretores como Jean Luc Godard e Pedro Almodóvar.

Dá uma orelhada no som de Dino Saluzzi e banda no festival de jazz de Amsterdam, o Jazz op het Dak,em (jazz on the roof), 2005:

Inscreva-se no Moozyca

Leia também

Sabia que o kuduro pode ter sido inspirado em Van Damme?

Bukowski não seria o mesmo sem a música clássica

Já sabe o que ver na Virada Cultural deste fim de semana?

Criador da música por biocomputador revela obra exclusiva ao Moozyca

Sonhos e música. Assunto para freudianos, kardecistas e... sonhadores

Equipe explica como criou o Ludwig‏, aplicativo de música para surdos

O gênio da guitarra flamenca ganha as telas

O cientista da vanguarda baiana


Inscreva-se no Moozyca